PT
EN

Talha DOC Branco

 

Informação Técnica

Ano: 2018
Castas: Antão Vaz, Arinto, Perrum e Fernão Pires

Região: Vidigueira
Tipo de Solo: Xisto
Clima: Mediterrânico
Engarrafado em: Junho 2019
Longevidade: 2 anos
Produção: 2.667 garrafas

 

Vinificação

Vindimado à mão em pequenas caixas, e por casta. Desengace e esmagamento das uvas em moinho, e fermentação em talhas de barro revestidas com pez e cera de abelha. Os vinhos foram mantidos em contacto com as massas vínicas até ao dia 20 de Novembro, e a fermentação maloláctica ocorreu ainda dentro da talha.
 

Análises

Teor alcoólico: 13% 

Acidez total: 5,2 g/l
pH: 3,81
Açúcares totais: 0,3 g/L
 

Notas do Enólogo

Cor: Dourada.
Aroma: Fruta madura (ananás) com notas .de casca de laranja
Paladar: Estruturado, com grande mineralidade, e um final de boca intenso.
Enólogo: Paulo Laureano
 

Conceito

Vinho produzido de forma artesanal através da milenar técnica de fermentar a uva em talhas de barro. Técnica essa que provinda dos tempos Romanos, se tem mantido inalterada ao longo de mais de 2000 anos de história, passando de avós para pais e de pais para filhos através da sabedoria popular. É na região de Vila de Frades, uma pequena vila no coração do Alentejo com menos de 900 habitantes que esta tradição se tem mantido viva, e a qual é reconhecida nos dias de hoje como “a Capital do Vinho de Talha”.
 

Singularidade

O facto das talhas possuírem tamanhos, porosidade e espessuras diferentes entre si implica que os níveis de oxigénio e temperatura a que as uvas e massas vínicas estão sujeitas durante a fermentação seja diferente de talha para talha. Desta forma, apesar de muitas vezes feitos com as mesmas uvas, os vinhos de talha têm a particularidade de ser todos diferentes entre si devido ao toque único que cada talha lhe confere. Torna-se portanto impossível replicar um lote o que consequentemente traduz e assegura a singularidade deste tipo de vinho.
 

  Partilhar
  Vinhos
Ver Produtor       
Vinhos do Alentejo 2023