PT
EN
  Notícias  
28.09.2020
Vindimas podem produzir 104 milhões de litros de vinho no Alentejo
O Alentejo prevê um aumento de cinco por cento na produção de vinho, em relação ao ano passado, crescendo para cerca de 104 milhões de litros. A pandemia de Covid-19 veio dificultar as exportações, forçando os produtores a focarem-se no mercado nacional.

Em 2020, as previsões apontam para um aumento de 5% na produção, face a 2019. Esse crescimento traduz-se, segundo Francisco Mateus, presidente da CVRA : “ótimas notícias para a região e um alento para os produtores”, que têm passado por “um período conturbado, com as exportações a adivinharem uma ligeira quebra”.

Apesar dos receios sentidos por todos os produtores de vinho alentejano, José Miguel Almeida, membro da direcção da CVRA, espera que a campanha deste ano, produza “bons vinhos, como tem sido habitual”.

Durante a fase de maturação, explica, “verificou-se algum escaldão, mas os agricultores conseguiram fazer com que a uva chegasse a bom porto”. Apesar de não se prever aumento de produção relativamente ao ano passado, José Miguel Almeida acredita que será “seguramente um ano de boas colheitas”.

Até ao momento, já deram entrada nas adegas mais 6,5 milhões de quilos de uva.

 
  Voltar
  Partilhar
Vinhos do Alentejo 2023