PT
EN
  Notícias  
05.08.2020
Produção de vinho no Alentejo deverá crescer 5% este ano
A produção de vinho no Alentejo deverá subir 5% este ano, segundo as previsões do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV).

De acordo com as previsões hoje divulgadas, a produção de vinho deverá diminuir em Portugal em cerca de 3% face à campanha passada, para um volume na ordem dos 6,3 milhões de hectolitros, que corresponde a uma quebra de 2% face à média das cinco últimas campanhas.

O presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), Francisco Mateus, referiu à Planície que  “Portugal está com uma previsão de quebra de vinho na ordem dos 3%, na região Alentejo, segundo uma estimativa feita no início do mês de Julho, aponta para um ligeiro crescimento. Verificámos que esta região,  nos últimos anos tem estado em contraciclo, com a tendência do País, visto que quando as outras regiões aumentam a produção de vinho, o Alentejo tem diminuído”. Adiantando que “Este ano é ao contrário. Espero que isso se concretize e que tenhamos uma produção ligeiramente superior à do ano passado, para compensar as perdas que temos tido nos últimos 5 anos”.

O Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) refere que “apesar da instabilidade meteorológica observada ao longo do ciclo vegetativo da cultura, e de se terem registado focos de míldio, no geral as uvas apresentam um bom estado fitossanitário”, acrescentando ainda que “as condições climatéricas que se verificarem até à vindima, nomeadamente a ocorrência de ondas de calor, serão determinantes na quantidade e qualidade da colheita.”
 
  Voltar
  Partilhar
Vinhos do Alentejo 2023