PT
EN

Vicentino Rosé 2015


Informação Técnica

Designação: Vinho Regional Alentejano
Castas: Aragonez e Touriga Nacional
Estágio: Sobre as borras durante 5 meses em cubas de inox.
Enologia: Bernardo Cabral

Solo e Castas: Plantadas em solos argilo-xistosos e franco-arenosos com baixo potencial produtivo, as castas do Vicentino ostentam os seus melhores atributos. A baixa produtividade imposta pela terra vai funcionar como estímulo à qualidade das uvas que se formam promovendo uma concentração ideal de ácidos orgânicos , açúcares e compostos fenólicos. O alcance deste equilíbrio entre quantidade e qualidade, juntamente com um clima ameno, permite obter uma matéria prima de excelência.
Vinhas: As vinhas do Vicentino localizam-se priveligiadamente sobre a costa alentejana, gozando tanto do sol português como da brisa atlântica. Na Zambujeira do Mar, onde as elevadas temperaturas alentejanas são atenuadas pelo Atlântico, a concentração típica da viticultura do interior  é equilibrada pela humidade e frescura do mar, conduzindo a uma maturação ideal. As uvas amadurecem assim, de forma lenta e equilibrada, com invernos frescos e húmidos, verões amenos e a constante presença dos ventos marítimos, criando vinhos onde a elegância se sobrepõe à robustez.
Fermentação: O lote foi feitoà recepção na adega, tendo fermentado 40% em barricas usadas, 10% em barricas novas de 500L e 50% em cuba de inox, seguindo-se um período de estágio sobre as borras de 5 meses.
 
 

Análises

Álcool: 12,5%
Acidez Total: 6,4 g/l
pH: 3,34
Açucar Residual: 1,2 g/l

 

Notas de Prova

Cor: Rosa pálido.
Aroma / Paladar: Na boca revela elegância, onde uma extraordinária acidez se combina com uma textura arredondada pelas barricas onde fermentou parcialmente. Ao conjugar as notas de fruta vermelha do Aragonez e o toque floral da Touriga Nacional, demonstra uma suavidade e persistência que são espelho das condições climáticas únicas em que as suas uvas amadureceram.



 
  Partilhar
  Vinhos
Ver Produtor       
Vinhos do Alentejo 2017