PT
EN

Reguengos Reserva Tinto 2013


 

Informação Técnica



Designação: DOC Alentejo
Castas: Alicante Bouschet (50%) - Aragonês (30%) - Trincadeira (20%).

Solos: Dominantemente derivados de rochas eruptivas de que se destacam os Quartzo-Dioritos, algumas manchas de derivados de Xisto e uma pequena mancha com solos derivados de Rañas.
Vinificação: As uvas provenientes da vindima manual dos nossos associados são descarregadas e imediatamente desengaçadas e esmagadas. Com a adição de leveduras selecionadas inicia-se a fermentação a temperatura controlada (28ºC). Durante este período é feita a maceração ou curtimenta, durante 15 dias. 
Estágio: O vinho estagiou parcialmente em depósitos durante 1 a 2 anos, sendo o restante estagiado em barricas de carvalho português e francês durante 12 meses.

 

 


Notas de Prova



Cor: Vinho de aspecto cristalino, cor rubi.
Aroma: Aroma evoluído a especiarias, passas e baunilha.
Paladar: Com suaves taninos que lhe conferem um prolongado final de prova. Distingue-se pelas características regionais bem marcadas.

Estágio e Consumo: As garrafas devem repousar deitadas, com o vinho em contacto com a rolha, em local fresco (cerca de 12ºC) com alguma humidade (75% de humidade relativa). Estas condições deveram manter-se constantes durante todo o ano.

Este vinho poderá ser consumido de imediato, ou se preferir, poderá deixa-lo estagiar 3 a  4 anos.

Gastronomia: Acompanha bem ensopado de borrego, migas e outros pratos alentejanos de carne de Porco e queijos de cura ou meia cura. Deverá ser consumido à temperatura de 18ºC.


 

Análises



Grau alcoólico: 14,5% vol.
Acidez total: 5,7 g/l | Acidez volátil: 0,55 g/l
pH: 3.7
Açúcares redutores: menos de 4g/l
SO2 total: 70 mg/l SO2 livre: 30 mg/l

  Partilhar
  Vinhos
Ver Produtor       
Vinhos do Alentejo 2017