PT
EN

Montes Claros Reserva Branco

Castas: Antão Vaz, Arinto, Roupeiro e Verdelho

Solos: Argilo-calcários e xistosos.

Elaboração: Uvas provenientes de vinhas previamente seleccionadas seguem um rigoroso controlo de maturação antes da decisão de vindima. Na Adega, segue-se ao processo de desengace total e de ligeira maceração pré – fermentativa, uma clarificação durante 18 a 24 horas. Inicia-se então a fermentação alcoólica a 15ºC,

Estágio: Um estágio ligeiro e parcial em barricas de carvalho francês com “batônnage sur lies”. As castas foram acompanhadas separadamente durante o estágio, sendo o lote final realizado apenas com os melhores vinhos avaliados durante a Primavera. O afinamento final é obtido através das garrafas em cave durante 3 meses. Este vinho é estabilizado naturalmente, de modo a preservar toda a sua harmonia e características varietais. Poderá por este motivo criar depósito com o tempo em garrafa, que nada influi na sua qualidade.


 

Características Físico-Químicas

Teor Alcoólico: 13,5% vol. 
pH: 3,20 
Acidez Total: 5,80 g/l 
SO2 Total: < 160 mg/l



Perfil Organoléptico

Aspecto Visual: Aspecto cristalino, cor esverdeada a dourada.
Aspecto Olfactivo: Aroma intenso, complexo, de carácter elegante sugerindo notas de frutos tropicais, ananás e ligeira baunilha, com presença subtil de madeira de carvalho francês.
Aspecto Gustativo: Estruturado, generoso, harmonioso e equilibrado na boca. Paladar macio, refrescante pela acidez e persistente a frutos citrinos e tropicais no longo final.

Como servir: Temperatura de 12-14ºC.

Gastronomia: Em acompanhamento de pratos de peixe, mariscos cozinhados ou pratos de carne grelhada. Este vinho pode ser consumido de imediato, se preferir, poderá também deixá-lo estagiar pelo menos 3-4 anos.

  Partilhar
  Vinhos
Ver Produtor       
Vinhos do Alentejo 2017