PT
EN

Montes Claros Colheita Branco

Castas: Antão Vaz, Arinto, Roupeiro e Alvarinho

Solos: Argilo-calcários e xistosos

Elaboração: Selecionadas nas melhores parcelas de vinha dos associados, cujas vinhas estão certificadas para a produção de vinho D.O.C. Alentejo – sub-região de Borba, as uvas, produzidas em regime de proteção integrada, beneficiam de um rigoroso controlo na evolução da maturação até à seleção final, na altura da vindima. Imediatamente após a sua chegada à Adega, as uvas foram desengaçadas e esmagadas, seguindo-se uma maceração pelicular de 12 horas, a fermentação em cubas de inox com temperatura controlada a 18ºC, onde posteriormente se efetua a estabilização por frio e a filtração. Procedeu-se ao engarrafamento no inverno, de forma a manter o caráter frutado e a juventude do vinho.


 

Características Físico-Químicas

Teor Alcoólico: 13,5% vol. 
pH: 3,20 
Acidez Total: 5,90 g/l 
SO2 Total: < 160 mg/l


 

Perfil Organoléptico

Aspecto Visual:  Um aspecto visual límpido, de cor citrina a limão maduro.
Aspecto Olfactivo: Um aroma de boa intensidade sugerindo frutos tropicais e frutos secos. 
Aspecto Gustativo: Na boca é equilibrado, com uma real sensação de juventude e frescura, um sabor frutado maduro e de palato gordo e persistente.

Como servir: Temperatura de 10-12ºC.

Gastronomia: Ideal para acompanhamento de saladas, pizas, mariscos, peixes ou carnes brancas grelhadas. Este vinho deverá ser consumido jovem até três anos.

  Partilhar
  Vinhos
Ver Produtor       
Vinhos do Alentejo 2017