PT
EN

Monte da Ravasqueira Colheita 2014

 


Informação Técnica

Designação: Vinho Regional Alentejano
Castas: 100% Viognier
Solos: Argilo-calcários com algum granito
Vindima e Vinificação: Vindima inicial de cachos com o objectivo de deixar apenas um cacho por vara. Vindima manual destes cachos/vara durante manhã fresca, no final de Setembro. Cachos transportadas em caixas de 20 Kg. Uvas conservadas durante 7 dias em câmara frigorífica a 0ºC e congeladas durante 12 dias a -5ºC. Tapete de escolha de cachos. Prensagem em prensa pneumática com engaço a 2ºC durante 16 horas. Fermentação alcoólica e estágio em inox sobre borras com leve battonage.
Engarrafamento: Março 2015

 

Notas de Prova

Cor: Cor amarela, limão, com tons esverdeados. 
Aroma: Matriz complexa de mescla de frutos citrinos maduros com goiaba, casca de tangerina, marmelada, mel e ananás em calda. Gordo, mas fresco com intensa toranja.
Paladar: Na prova, é rico e cheio. Doçura em constante equilíbrio com a acidez e sem sobreposição. Mineral, com textura invulgar, é a combinação perfeita com entradas de queijos, frutos secos e patés, ou com sobremesas à base de fruta.

 

Análises 

Grau alcoólico: 10% vol.
Acidez total: 8,9 g/l 
pH: 3,1

I


Informação Técnica

Designação: Vinho Regional Alentejano
Castas: 100% Viognier
Solos: Argilo-calcários com algum granito
Vindima e Vinificação: Vindima inicial de cachos com o objectivo de deixar apenas um cacho por vara. Vindima manual destes cachos/vara durante manhã fresca, no final de Setembro. Cachos transportadas em caixas de 20 Kg. Uvas conservadas durante 7 dias em câmara frigorífica a 0ºC e congeladas durante 12 dias a -5ºC. Tapete de escolha de cachos. Prensagem em prensa pneumática com engaço a 2ºC durante 16 horas. Fermentação alcoólica e estágio em inox sobre borras com leve battonage.
Engarrafamento: Março 2015

 

Notas de Prova

Cor: Cor amarela, limão, com tons esverdeados. 
Aroma: Matriz complexa de mescla de frutos citrinos maduros com goiaba, casca de tangerina, marmelada, mel e ananás em calda. Gordo, mas fresco com intensa toranja.
Paladar: Na prova, é rico e cheio. Doçura em constante equilíbrio com a acidez e sem sobreposição. Mineral, com textura invulgar, é a combinação perfeita com entradas de queijos, frutos secos e patés, ou com sobremesas à base de fruta.

 

Análises 

Grau alcoólico: 10% vol.
Acidez total: 8,9 g/l 

pH: 3,1nformação Técnica

Designação: Vinho Regional Alentejano
Castas: 100% Viognier
Solos: Argilo-calcários com algum granito
Vindima e Vinificação: Vindima inicial de cachos com o objectivo de deixar apenas um cacho por vara. Vindima manual destes cachos/vara durante manhã fresca, no final de Setembro. Cachos transportadas em caixas de 20 Kg. Uvas conservadas durante 7 dias em câmara frigorífica a 0ºC e congeladas durante 12 dias a -5ºC. Tapete de escolha de cachos. Prensagem em prensa pneumática com engaço a 2ºC durante 16 horas. Fermentação alcoólica e estágio em inox sobre borras com leve battonage.
Engarrafamento: Março 2015

 

Notas de Prova

Cor: Cor amarela, limão, com tons esverdeados. 
Aroma: Matriz complexa de mescla de frutos citrinos maduros com goiaba, casca de tangerina, marmelada, mel e ananás em calda. Gordo, mas fresco com intensa toranja.
Paladar: Na prova, é rico e cheio. Doçura em constante equilíbrio com a acidez e sem sobreposição. Mineral, com textura invulgar, é a combinação perfeita com entradas de queijos, frutos secos e patés, ou com sobremesas à base de fruta.

 

Análises 

Grau alcoólico: 10% vol.
Acidez total: 8,9 g/l 
pH: 3,1
 


Informação Técnica

Designação: Vinho Regional Alentejano
Castas: 100% Viognier
Solos: Argilo-calcários com algum granito
Vindima e Vinificação: Vindima inicial de cachos com o objectivo de deixar apenas um cacho por vara. Vindima manual destes cachos/vara durante manhã fresca, no final de Setembro. Cachos transportadas em caixas de 20 Kg. Uvas conservadas durante 7 dias em câmara frigorífica a 0ºC e congeladas durante 12 dias a -5ºC. Tapete de escolha de cachos. Prensagem em prensa pneumática com engaço a 2ºC durante 16 horas. Fermentação alcoólica e estágio em inox sobre borras com leve battonage.
Engarrafamento: Março 2015

 

Notas de Prova

Cor: Cor amarela, limão, com tons esverdeados. 
Aroma: Matriz complexa de mescla de frutos citrinos maduros com goiaba, casca de tangerina, marmelada, mel e ananás em calda. Gordo, mas fresco com intensa toranja.
Paladar: Na prova, é rico e cheio. Doçura em constante equilíbrio com a acidez e sem sobreposição. Mineral, com textura invulgar, é a combinação perfeita com entradas de queijos, frutos secos e patés, ou com sobremesas à base de fruta.

 

Análises 

Grau alcoólico: 10% vol.
Acidez total: 8,9 g/l 
pH: 3,1
  Partilhar
  Vinhos
Ver Produtor       
Vinhos do Alentejo 2017