PT
EN

Duende Branco


Clima: Mediterrâneo de elevada amplitude térmica.
Localização das Vinhas: Borba - Alentejo.
Idade das Vinhas: 33 anos de sequeiro.
Solos: Argilosos de origem calcárea e Xistos.
Castas: Rabo de Ovelha.



Vindima

Este ano a Rabo de Ovelha apresentou alguma heterogeneidade pelo que se optou por vindimar mais tarde de modo a poder regular as características das uvas com consequente, e consciente, perda de produção, Este desequilibrio na maturação, por zonas de vinha, veio originar um maior balanço no mosto obtido, isto é, maturação e frescura em simultâneo. Vindima manual em caixas de 12kg transportadas a frio até a adega. Produção de 5000 kg/ha.



Vinificação

Entrada dos cachos frios para mesa de escolha, não desengaçados nem esmagados passaram para a prensa seguido de longa prensagem, em ambiente inertizado, a baixas pressões e decantação natural com choque de frio. A fermentação ocorreu em cuba de aço inox com temperatura controlada entre 12ºC e 14ºC durante 35 dias. Após fermentação manteve-se dois meses e meio em levantamento de borras finas.



Análise Sumária

Álcool: 14 % Vol.
Acidez Total: 6,2 g/L
Quantidade: 3000 garrafas de 750 ml
Temperatura de Serviço: 8º a 10ºC
Data de Lançamento: Julho de 2011
Nota do Enólogo: Um desafio irrecusável. Quando se pretende trabalhar a solo uma das castas que mais deu aos brancos do Alentejo e surge como quase ostracizada à luz do público, o grau de espectativa é grande. A surpresa também ao verificar que, quando a viticultura é bem feita e a enologia cresce, a complementariedade de conceitos pode resultar em vinhos, no mínimo, desafiantes.
Enólogo: André Herrera de Almeida

  Partilhar
  Vinhos
Ver Produtor       
Vinhos do Alentejo 2017