PT
EN
  Notícias  
25.09.2017
Exportações de Vinhos do Alentejo com aumento no 1.º semestre face a 2016

As exportações de vinhos do Alentejo cresceram 28% em valor e 17% em quantidade, no primeiro semestre deste ano, face a igual período de 2016.

O preço médio por litro subiu 9%, no mesmo período, com o Brasil, Angola, Estados Unidos da América, Suíça e França a representarem 57% do valor exportado e 55% da quantidade.

Perante estes dados, a CVRA considerou que este pode vir a ser “o melhor ano” na exportação de vinhos da região.

“Esperamos superar os resultados do ano passado, pois, o segundo semestre é mais forte, e fechar 2017 como o melhor ano na exportação”, afirmou Francisco Mateus, presidente da CVRA.

Com o aumento verificado nos primeiros seis meses deste ano, destacou o organismo, “o Alentejo está a contribuir para a valorização das exportações de vinho DOC (Denominação de Origem Controlada) e Regional de Portugal, atingindo preços médios mais elevados”.

O valor atingido nas exportações, sublinhou Francisco Mateus, “é reflexo do crescimento do preço médio”, devido a “uma maior perceção da qualidade por parte dos importadores e consumidores internacionais”.

“Brasil e Angola são mercados de peso que alavancam a exportação, mas, numa análise sem estes dois países, o preço médio até cresceu mais (+10%). Estamos a melhorar o nosso posicionamento nos mercados de exportação”, analisou.

Os vinhos DOC Alentejo e Regional Alentejano são exportados para 112 mercados externos e a quantidade vendida internacionalmente duplicou nos últimos dez anos.



 
  Voltar
  Partilhar
Vinhos do Alentejo 2018