PT
EN
Monte da Raposinha

Monte da Raposinha

O Monte da Raposinha situa-se no Norte Alentejano, em Montargil, Concelho de Ponte de Sôr, a cerca de 800 metros a jusante do leito da barragem (de Montargil), o ex-libris da Terra.

Integrado em propriedade familiar desde finais do Sec. XVIII, o nome “Raposinha” dado à propriedade é uma homenagem ao pai da actual proprietária, Pedro de Sousa, que muito carinhosamente assim a tratava desde criança.

Ladeado pela Ribeira do Sôr e pelos canais de rega da barragem, a fertilidade dos seus terrenos descobriu a realização do sonho das novas gerações, a implantação de uma vinha, cultura que já caracterizou noutros tempos esses mesmo terrenos.

Assim, para além da criação do seu espaço de lazer e de férias, residentes em Coimbra, o casal Maria do Rosário e Nuno Ataíde, respectivamente psicóloga e Juiz, decidiram enveredar no grande desafio da viticultura, dedicando à vinha 11 hectares da propriedade, cuja plantação teve início em 2004.

A vinificação teve início em 2007, então apenas em lagares multifunções, de manta submersa e com temperaturas controladas, num armazém há alguns anos construído para apoio da actividade agrícola, tendo sido realizada com os maiores cuidados técnicos, sob orientação do enólogo Carlos Magalhães e com o permanente acompanhamento dos produtores.

O sucesso desta primeira produção foi imediato, patenteado na distinção de todo o Vinho Tinto por parte da Confraria dos Enófilos do Alentejo, que primeiramente atribuiu ao vinho colocado em estágio em barrica a (única) “Talha de Bronze” no XVII concurso “Os Melhores Vinhos do Alentejo”, vinho este engarrafado em Novembro de 2008 como Grande Escolha e a marca Monte da Raposinha – ATHAYDE 2007, e também o 2º prémio (Medalha de Prata) no “Concurso de Vinhos Engarrafados do Alentejo 2008”, que se realizou em Maio de 2008.

O Monte da Raposinha – ATHAYDE 2007, cuja produção se cifrou em cerca de 8000 garrafas de 0,75 de 198 garrafas Magnuns de 1,5 litro, foi também distinguido com “Medalha de Prata” no Concurso Mundial de Bruxelas de 2009 e 2010, bem como com “Medalha de Bronze” nos IWSC de 2009 e 2010.

Foi também atribuído ao Monte da Raposinha uma “Menção Honrosa” ao vinho Tinto da produção 2008 que se encontra a estagiar em barrica, no XVIII Concurso “Os Melhores Vinhos do Alentejo”, organizado pela Confraria dos Enófilos do Alentejo, vinho este que foi engarrafado em Dezembro de 2009 como Grande Escolha e a marca Monte da Raposinha – ATHAYDE.

Com a mesma marca Monte da Raposinha – ATHAYDE, foi entretanto lançado um Reserva Branco 2009, composto essencialmente de Chardonnay (85%) e também Arinto.

Não esquecendo o vinho tinto “início de gama” com a marca “Monte da Raposinha – NÓS”, o topo de gama será o tinto “Monte da Raposinha – FURTIVA LAGRIMA” 2007, que será publicamente lançado em Outubro de 2010.

A adega inicial serve actualmente para local de estágio dos vinhos em barricas, sob temperatura controlada, tendo sido edificada uma nova adega em Julho de 2008, aumentando-se a capacidade de fermentação e de estágio, sendo que no ano de 2008 foram produzidas cerca de 60.000 garrafas, produção que já se viu aumentada em 2009 para quase 100.000 garrafas, patamar que os produtores consideram a ideal para serem mantidos os níveis de qualidade já atingidos.

Estes grandes estímulos muito credibilizaram e estimularam o projecto, de cariz familiar, animando-o no crescendo objectivo de produzir vinhos de Grande Qualidade e que, acima de tudo, honrem as gentes da terra de Montargil, a memória de seus antepassados e as gerações futuras.

  Partilhar
Contactos
Estrada do Couço, S/N
7425-144 Montargil

T.918 111 601 | 963 084 734
F.+ 351 239 838 588

geral@montedaraposinha.com
Ver Website         Ver Produtor       
Características
  • Visita às vinhas
  • Visita às caves
  • Prova de vinhos
  • Prova de vinhos com marcação prévia
  • Espaço exterior
Vinhos do Alentejo 2017